• Home
  • Rumores
  • O segredo oculto do Pixel Fold 2 da Google
O Segredo Oculto do Pixel Fold 2 da Google
Filipe Alves

O segredo oculto do Pixel Fold 2 da Google

PUB

A estreia do Pixel Fold da Google marcou uma mudança nos designs convencionais de smartphones dobráveis, ostentando um formato único e compacto.

No entanto, recentes fugas de informação apontam para uma mudança significativa no próximo Pixel Fold 2, com uma aposta em ecrãs maiores.

Google Pixel Fold 2 terá ecrãs (bem) maiores

As primeiras fugas de informação sobre o design do Pixel Fold 2 sugerem que a Google poderá estar a afastar-se da abordagem de bolso do seu antecessor.

Embora os primeiros esboços tenham indicado um ecrã exterior de 6,4 polegadas para o Fold 2, o analista Ross Young da DSCC sugere um tamanho ligeiramente mais pequeno de 6,29 polegadas.

O Segredo Oculto do Pixel Fold 2 da Google

Ainda que isto represente uma melhoria em relação às 5,8 polegadas do ecrã do Pixel Fold original, alinha-se mais de perto com as ofertas de smartphones dobráveis mainstream. No entanto, a verdadeira melhoria parece estar no ecrã interno.

Segundo Young, espera-se que o Pixel Fold 2 apresente um ecrã dobrável de 8,02 polegadas, um aumento significativo em relação às 7,6 polegadas do seu antecessor.

Este aumento no espaço de ecrã posicionaria o Pixel Fold 2 em concorrência com dispositivos como o OnePlus Open, que possui um ecrã exterior de 6,31 polegadas e um ecrã interior de 7,82 polegadas.

Existem várias razões potenciais por trás da decisão da Google de aumentar o tamanho do seu próximo dispositivo dobrável. Em primeiro lugar, um ecrã dobrável maior melhoraria significativamente a multitarefa e o consumo de multimédia. Posicionando o Pixel Fold 2 como um dispositivo produtivo e de entretenimento formidável.

Além disso, a Google poderá estar a enfrentar uma crítica comum do Fold original – a sua sensação estreita e apertada quando está desdobrado. Embora o aumento de tamanho do Pixel Fold 2 pareça ser uma mudança significativa, muitos detalhes permanecem por revelar por agora.

Os rumores sugerem que o dispositivo será alimentado pelo novo processador Tensor G4 da Google, com a produção dos ecrãs prevista para começar em abril. Isto sugere um possível período de lançamento para o outono, embora o momento exato permaneça incerto.

Vê mais no Droid Reader:

Filipe Alves profile image Filipe Alves
Publicado a
Rumores Google