• Home
  • Notícias
  • Google Pixel 8a: design entusiasma, desempenho desilude
Design do Google Pixel 8a (smartphone)
Por Abílio Rodrigues

Google Pixel 8a: design entusiasma, desempenho desilude

PUB

As últimas notícias sobre os próximos smartphones da Google têm agitado as redes sociais nas últimas horas, e nem tudo são boas notícias.

Um conjunto de novas imagens, divulgadas por @yabhishekhd no Twitter/X, apresentam o que se acredita ser um primeiro olhar sobre o Google Pixel 8a. A fuga de informação revela um dispositivo com duas câmaras num recorte em forma de pílula, com todo o dispositivo a exibir um tom de azul semelhante ao que temos visto nas fugas de informação do Pixel 8 Pro.

Google renova design do Pixel 8a, em linha com a série Pixel 8

As imagens também revelam o formato atualizado do telefone, com cantos muito mais arredondados em comparação com o Pixel 7a existente, e mais alinhada com o que temos visto no resto da série Pixel 8. A lateral do smartphone apresenta um acabamento fosco no metal, mas a parte traseira tem um acabamento brilhante, seguindo a linha do que o Pixel 7a oferecia.

Uma imagem da parte frontal do dispositivo mostra o ecrã, que apresenta cantos muito arredondados, mas também margens bastante grandes pelos padrões modernos. Isto não surpreende para um dispositivo da série A do Pixel, uma vez que tradicionalmente têm compromissos neste quesito.

Alega-se que o Pixel 8a terá como coração o já esperado processador Tensor G3, com o nome de código "Akita". Essa nomenclatura surgiu pela primeira vez num roadmap que desvendou sobre os planos da Google para a linha Pixel até 2025.

Google Pixel 8a com desempenho aquém do esperado?

Do Tensor G3 podemos esperar 9 núcleos de processamento, com uma velocidade máxima de 2.91 GHz. Os números ficam aquém do esperado, o que pode refletir-se numa significativa perda de desempenho single-core e multi-core.

Na imagem em baixo podes comprovar alguns dados sobre este SoC in-house da Google, sendo importante referir que foi usado o GeekBench 5 para o teste, em vez do mais recente GeekBench 6, que poderia apresentar resultados mais satisfatórios.

Desempenho do SoC Tensor G3 do Google Pixel 8a (smartphone)

Tendo em consideração o momento em que surge esta fuga de informação, o melhor é mesmo considerá-la com algum ceticismo, mesmo que nada pareça particularmente fora do comum.

Seguindo o calendário habitual da Google, este dispositivo provavelmente será apresentado por altura do Google I/O do próximo ano (Maio de 2024), mas com uma fuga de informação tão precoce, qualquer cenário está em cima da mesa.

Enquanto isso, o Pixel 8 será lançado já no dia 4 de outubro, e mal podemos esperar para ver o que a Google nos reserva.

Por Abílio Rodrigues profile image Abílio Rodrigues
Publicado a
Notícias Rumores Google