MWC 2024: HMD e o compromisso com a Nokia e os utilizadores
  • Home
  • Notícias
  • MWC 2024: HMD e o compromisso com a Nokia e os utilizadores
Por Diogo Simões

MWC 2024: HMD e o compromisso com a Nokia e os utilizadores

PUB

Foi na MWC 2024 (Mobile World Congress), em Barcelona, que a marca conhecida por resgatar a Nokia afirmou os seus novos planos. Com diversos rumores a terem dado conta que a marca Nokia iria desaparecer, hoje tivemos vislumbres de que isso pode não ser bem assim...

O compromisso com o utilizador humano

Imagem
Fonte: HMD

A empresa, que se figura como Human Mobile Devices, mostrou ter tido um ano de 2023 fiscalmente consolidado, algo de louvar para um mercado saturado e cujo declínio tem acontecido nos últimos anos. Com uma nova liderança, a empresa procura manter os custos reduzidos enquanto, para 2024, procurará trabalhar com diversos parceiros estratégicos.

Este compromisso chega também ao ambiente, com a empresa a querer reduzir o número de passos necessários para reparar ecrãs e aliar-se aos movimentos de reparabilidade em casa. Tal compromisso não advém só de novas técnicas de fabrico, mas de garantir que os dispositivos sejam, à priori, desenhados com a reparação em mente.

Esta nova HMD chega no verão

Imagem
Fonte: HMD

Tendo a marca reforçado a sua posição, é no verão que começaremos a ver de que forma estes progressos chegarão ao utilizador. A empresa antecipa um smartphone inovativo e acessível a todas as comunidades do mundo.

Os equipamentos Nokia não só irão continuar no mercado, como a HMD prometeu trazer um modelo icónico. Mas, se pensavam que a empresa se esquecia dos modelos dobráveis, esta apresentou a parceria com a Mattel e a Barbie. É provável, contudo, como indicado pela empresa, que seja mais um acessório e revitalizar de um modelo antigo do que, digamos, um concorrente aos equipamentos foldable da concorrência Android.

Com um mercado de smartphones saturado com equipamentos semelhantes, torna-se positivo ver que a velha Nokia continua a ser relevante e a mover vendas de equipamentos. Quer seja pela sua acessibilidade, capacidade de reparação e, consequentemente, funcionalidades que promovem a interação humana, será curioso para ver como esta, no verão, se irá afirmar perante um mercado que muda o foco para a IA.

Vê mais no Droid Reader:

Por Diogo Simões profile image Diogo Simões
Publicado a
Notícias Nokia HMD