• Home
  • Notícias
  • Nothing Phone (2) é oficial: "É tudo uma questão de refinamentos."
Nothing Phone (2) é oficial: "É tudo uma questão de refinamentos."
Por Pedro Alves

Nothing Phone (2) é oficial: "É tudo uma questão de refinamentos."

PUB

Conforme estava previsto, o segundo smartphone da tecnológica inglesa Nothing acabou de ser oficialmente apresentado: falamos do Nothing Phone (2), que inaugura a presença desta fabricante num segmento superior, no qual ainda não contava com qualquer argumento. Vamos passar a conhecê-lo melhor.

Design

O Nothing Phone (2) segue a mesma linguagem de design do seu antecessor, ainda que conte com algumas alterações subtis mas relevantes. O vidro traseiro 3D é agora curvo, o que garante um conforto acrescido quando na mão dos utilizadores. O plástico está totalmente ausente da construção: os utilizadores apenas vão tocar em metal ou vidro. O alumínio marca presença na moldura, e quer o vidro frontal, quer o traseiro, são Gorilla Glass. De forma a manter a simetria, a câmara frontal foi movida para o centro do ecrã.

No geral, a Nothing aumentou o nível de refinamento deste produto, apelando a um público mais elitista e exigente. Contudo, a resistência aos elementos é apenas garantida por certificação IP54...

Glyph Interface

Um dos fatores diferenciadores dos smartphones da Nothing é, sem dúvida, a Glyph Interface. Esta característica consiste num conjunto de LEDs traseiros personalizáveis pelo utilizador, que auxiliam na apresentação de notificações, entre outras funcionalidades.

A Glyph Interface do Phone (2) conta agora com 33 zonas individuais distintas, 10 novos toques e sons de notificação,  e será utilizada para mais funções do que nunca, inclusivé integradas em aplicações de terceiros. A marca promete que, com o passar do tempo, mais e mais possibilidades vão ser adicionadas, para regalo de todos os fãs.

Em abono da verdade, é um deleite ver a Glyph em funcionamento: nota-se a precisão empregue na sua criação, e até os menos interessados no mundo da tecnologia vão perceber perfeitamente que estão na presença de um produto, de facto, diferente.

Especificações

A Nothing operou um salto qualitativo no que concerne às especificações internas deste equipamento. Como resultado disso, temos agora um smartphone de uma gama superior à do Phone (1), muito graças à utilização de um processador Qualcomm Snapdragon da série 8.

Com efeito, o Nothing Phone (2) é impulsionado pelo Snapdragon 8+ Gen 1 que, mesmo não sendo o topo de gama atual, é um chip ainda muito capaz. A memória RAM pode ser de 8 ou 12 GB, e o armazenamento de 128, 256 ou 512 GB: o cliente é quem decide, mas claro que as suas decisões têm impacto direto no preço final da máquina.

A alimentar todos os componentes está uma bateria com 4700 mAh, que pode ser carregada com fio até 45w, e sem fio até 15W. O Phone (2) conta ainda com carregamento sem fio inverso a 5W, que pode ser uma mais valia para ajudar alguém próximo num momento de aperto.

A segurança fica a cargo de desbloqueio através de impressão digital no ecrã, mas também de reconhecimento facial que funciona inclusivé quando os utilizadores estiverem a usar máscara. Claro que esta última hipótese é menos segura que a primeira...

A Nothing garante três anos de atualizações do Android e quatro anos de patches de segurança, recebidos de dois em dois meses.

Câmaras

Começando pela câmara frontal, estamos na presença de um sensor com 32 MP e abertura f/2.45, capaz de efetuar capturas em modo noturno e retrato, e ainda tem HDR avançado. A gravação de vídeo é efetuada no máximo a 1080p a 60 fps.

O sensor principal traseiro é um Sony IMX890 com 50 MP e abertura f/1.88. Conta com estabilização ótica e eletrónica, HDR avançado, modo noite, zoom de alta resolução, deteção automática de cena, entre outros modos. Já a câmara ultra grande angular partilha da mesma resolução que a mencionada anteriormente, mas a abertura passa a ser de f/2.2 e o ângulo de visão de 114 graus. Esta lente apenas possui estabilização eletrónica, mas em contrapartida permite efetuar capturas em modo macro, o que não deixa de ser interessante. A captura de vídeo vai até 4K a 60 fps.

Display

A Nothing dotou o Phone (2) de um display OLED LTPO com 6,7" e resolução de 2412 x 1080 píxeis. A taxa de atualização varia entre 1 e 120 Hz, o que contribui para a eficiência energética de recursos como, por exemplo, o always-on display. A luminosidade máxima pode atingir os 1600 nits, quando em reprodução de conteúdo HDR.

De acordo com a tecnológica inglesa, este componente gasta menos 30% de energia que o empregue no Phone (1). As suas margens também são mais reduzidas e uniformes em todo o seu redor. A proteção está a cargo de vidro Gorilla Glass, e um protetor vem já pré-aplicado em todas as unidades, por cortesia da Nothing.

Preço

O Nothing Phone (2) está disponível em duas cores, Dark Grey e White, podendo desde já ser pré-reservado no site oficial da marca. Os seus preços estão assim distribuídos:

  • Versão 8 + 128 GB: 679€ (Dark Grey apenas)
  • Versão 12 + 256 GB: 729€ (Dark Grey e White)
  • Versão 12 + 512 GB: 849€ (Dark Grey e White)

Estima-se que o envio aconteça a partir de 17 de julho.

Desta vês o mercado estadunidense vai contar com o lançamento oficial também no seu território, contrariamente ao que aconteceu com o antecessor deste novo smartphone.

Mas há mais...

O Nothing Phone (2) vai fazer-se acompanhar dos novos Ear (2) Black, que também já se encontram em pré-venda. O preço é o mesmo da versão branca, ou seja, 149€, estando as entregas estimadas para 13 de julho.

Por Pedro Alves profile image Pedro Alves
Publicado a
Notícias Nothing