• Home
  • Comparativo
  • Samsung Galaxy S23 vs Google Pixel 7: base de gama em confronto
Samsung Galaxy S23 vs Google Pixel 7: base de gama em confronto
Por Pedro Alves

Samsung Galaxy S23 vs Google Pixel 7: base de gama em confronto

PUB

A Samsung apresentou esta semana a nova série Galaxy S23, que conta com argumentos de peso para rumar ao cume das vendas de smartphones Android. O hardware de topo associado à promessa de muitos anos de suporte vai certamente cativar muitos utilizadores, no entanto a gigante coreana tem que ter em linha de conta um fator muito importante: a concorrência já existente neste competitivo mercado.

Nos últimos anos, a Google tem-se estabelecido cada vez mais como uma alternativa a ter em conta, graças à evolução da sua linha Pixel. A gigante das pesquisas consegue, ano após ano, fabricar smartphones interessantes e com preços bastante competitivos, deixando muitas vezes as suas rivais de cara à banda. Esta estratégia chamou a atenção dos consumidores, como era óbvio que iria acontecer, portanto atualmente podemos considerar que a Google é mais um player a temer.

Neste comparativo vamos esquecer as versões Ultra, Pro e similares, e opor apenas os equipamentos de entrada das suas respetivas gamas: o Galaxy S23 e o Pixel 7.

Construção e display

Para os que gostam de smartphones pequenos, o S23 tem a vantagem, ao ser ligeiramente menor que o seu rival da Google. Apesar da diferença não ser enorme, pode certamente impactar após meses seguidos de utilização. O Pixel 7, por seu turno, ganha se o utilizador preferir equipamentos um pouco maiores. Este aspeto acaba por ser relativo, como o é também o design: meramente uma questão de gosto pessoal, sem vitória para nenhum lado. A qualidade de construção é excelente em qualquer um destes opositores.

Samsung Galaxy S23

O modelo coreano leva a medalha no que ao display diz respeito, dado que o seu AMOLED de 6,1" e taxa de atualização de 120 Hz está uns furos acima do painel OLED de 6,3" e 90 Hz que está montado no Pixel 7. São ambos excelentes ecrãs, no entanto, a ser necessário escolher um vencedor, este será o S23.

Os dois modelos possuem desbloqueio através de impressão digital no ecrã, e reconhecimento facial por software com recurso à câmara frontal.

Processador, memória e armazenamento

Passando para o campo da performance, é inevitável começar com esta boa notícia: após anos e anos de resistência, a Samsung acabou com a versão com processador Exynos dos seus flagships. Agora, toda a gama S23, em todas as partes do mundo, está equipada com o Qualcomm Snapdragon 8 Gen 2, numa versão personalizada especificamente para estes Galaxy. Já o Pixel 7 tem montado um processador Tensor G2, que garante uma performance notável, no entanto inferior à conseguida pelo rival.

Não é que os utilizadores notem qualquer diferença de desempenho em tarefas comuns do dia a dia, nada disso: quer um smartphone, quer o outro, superarão sem dificuldades qualquer desafio que lhes seja imposto, agora e no futuro. No entanto, se olharmos a performance bruta, por exemplo em jogos, o S23 sairá sempre por cima, garantindo uma experiência de jogo superior muito graças também ao ecrã de 120 Hz.

A memória RAM é de 8 GB, quer no Samsung quer no Google, e as opções de armazenamento também são comuns: 128 ou 256 GB.

Câmaras

No campo fotográfico, convém começar por mecionar que, atualmente, é mais difícil encontrar um smartphone (principalmente na gama em análise) que capture más fotos, do que um que tire boas fotos. Posto isto, e olhando para os modelos em questão, facilmente se percebe que o Galaxy ganha em versatilidade, graças ao seu sensor dedicado a telefoto, algo ausente no Pixel. Todas as restantes especificações são semelhantes: câmaras principais de 50 MP e ultra grande angular de 12 MP, e frontais entre os 11 e os 12 MP.

Google Pixel 7

O que vai fazer verdadeiramente diferença entre as fotografias tiradas por estes smartphones é o tratamento de software que é aplicado após a captura. As marcas em questão usam técnicas distintas, cada uma tem a sua visão daquilo que é o resultado ideal, logo é inevitável que seja o gosto do utilizador a acabar por ditar a preferência.

Para terminar este tema, resta apenas dizer que o S23 ganha em zoom mas também em filmagem, pelo menos em teoria, pois é o único com capacidade para filmar em 8K a 30 fps.

Bateria e carregamento

No que concerne a bateria e carregamento, uma análise a frio dá a entender de antemão que existe um vencedor claro: o Pixel 7. Apesar do S23 ser recente, e devido a isso ainda não ter sido possível aferir os resultados reais em termos de autonomia, em teoria este modelo ficará na mó de baixo quando se tratar de ficar o máximo de tempo possível longe da tomada. Passamos a explicar:

O Samsung tem uma bateria de menor capacidade (3900 mAh contra os 4355 mAh do Google) e um ecrã mais gastador, devido aos 120 Hz de taxa de atualização. É certo que a marca coreana referiu a eficiência aumentada do Snapdragon 8 Gen 2, no entanto a aplicação prática deste fator ainda está por comprovar.

Samsung Galaxy S23

Na hora de carregar a bateria, o Pixel fá-lo-á mais rapidamente que o Galaxy, quer com fio, quer sem fio. Onde existe um empate é apenas na disponibilização de carregamento sem fio inverso, dado o mesmo estar presente nos dois equipamentos.

Software

Ambos os modelos em análise trazem o Android 13, no entanto a Samsung usa uma interface própria, a One UI, e a Google, como boa empresa que desenvolve quer o hardware, quer o software, utiliza o sistema na sua versão mais pura e simples. Mais uma vez, acaba por ser o utilizador a decidir se prefere a variedade de opções presentes na One Ui, ou a simplicidade e leveza do Android puro.

É impossível ficar indiferente à mais recente política de atualizações adotada pela Samsung: a gigante coreana garante quatro grandes versões de sistema operativo, contra as três asseguradas pela Google. Isto acaba por ser estranho e, de certa forma, um contrassenso, dado que quem desenvolve o Android é a própria Google... Em termos de segurança, ambas as empresas oferecem cinco anos de atualizações do género.

Google Pixel 7

Conclusão e... preços

Tendo em conta que ambos os smartphones em questão representam a base das suas respetivas gamas, é impressionante a diferença de preços entre eles: O Galaxy S23 começa nos 989€, enquanto o Pixel 7 consegue ser adquirido por valores a rondar os 600€, por vezes ligeiramente menos (589€, no momento da redação deste texto). São 400€ de diferença, o que no nosso mercado e na nossa realidade é muito dinheiro.

Como tal, se olharmos para o conjunto global, e tendo em conta o fator qualidade/preço, temos um vencedor claro: o Pixel 7. É certo que perde (ligeiramente) em diversos aspetos para o S23, mas os 400€ a mais no preço serão suficientes para justificar os ganhos que o modelo coreano coloca à disposição do utilizador? Muito dificilmente...

Apesar de tudo, no final do dia, a última palavra cabe sempre ao comprador, que pode simplesmente fazer a sua escolha sem sequer ter em conta a concorrência, e isso não está errado; são formas de agir. Indiscutivelmente, acabará por ficar bem servido com ambos os aparelhos.

Por Pedro Alves profile image Pedro Alves
Publicado a
Comparativo Samsung Google