• Home
  • Notícias
  • Honor Magic Vs é oficial e vai chegar à Europa
Honor Magic Vs é oficial e vai chegar à Europa
Por Pedro Alves

Honor Magic Vs é oficial e vai chegar à Europa

Chegou mais um smartphone dobrável ao mercado: o Honor Magic Vs. Conforme já tínhamos noticiado, a marca chinesa anunciou hoje aquela que é a sua aposta para rivalizar de frente com o Samsung Galaxy Z Fold 4. Mas terá argumentos para isso?

O Magic Vs chegou para suceder ao Magic V, lançado no início deste ano, e segue em grande parte a sua linguagem de design. Nesse sentido, estamos na presença de um dobrável que, quando aberto, se transforma num autêntico tablet, graças ao seu ecrã de 7,9", que conta com 90 Hz de taxa de atualização e resolução 2K+. Já no exterior, são 6,45" e 120 Hz as principais especificações do ecrã OLED utilizado. A Honor implementou suporte para canetas Magic Pen no display dobrável, à semelhança dos concorrentes Z Fold 3 e 4 com as S Pen.

Não estamos perante um equipamento leve, mas também não é esse o intuito de um smartphone deste segmento: são 261 gramas de peso. Destaque para a nova dobradiça desenhada pela Honor, que segundo a marca garante 400.000 dobragens antes de começar a apresentar problemas.

O Magic Vs integra o processador Snapdragon 8+ Gen 1 que, apesar de já não ser o mais potente chip da Qualcomm, garante performances de topo e a execução de qualquer tarefa sem esforço. São propostas variantes com 8/256 GB e 12/512 GB, no que diz respeito respetivamente a memória RAM e armazenamento interno. Uma bateria com 5000 mAh e carregamento com fio de 66W completam o lote das principais especificações internas.

Seguindo para o campo fotográfico, são três os sensores principais presentes neste Honor, além da câmara de selfie com 16 MP. A câmara principal é de 54 MP, a ultra grande angular de 50 MP e a teleobjetiva oferece 3x de zoom e uma resolução de 8 MP.

Os preços na China começam pouco acima dos 1000€ para a versão base, em conversão direta à data de publicação. A Honor confirmou que o Magic Vs vai chegar a outros mercados, incluindo o europeu, no início de 2023, o que sem dúvida que são boas notícias. Resta-nos aguardar por datas concretas e respetivos preços para o velho continente.

Por Pedro Alves profile image Pedro Alves
Publicado a
Notícias